ORNITORRINCO

PARA LÁ DAS FRASES DE EFEITO, TAMBÉM NÃO VOU DESISTIR DO BRASIL

Hoje Marina Silva, mulher negra que já trabalhou como empregada doméstica, pode ser candidata a presidência do Brasil e não ser atacada diretamente por suas origens. Isso é possível porque há 12 anos Lula foi eleito presidente e fez um governo bem avaliado pela população.

Neste período uma severa derrota foi infligida àquela faixa do imaginário nacional que pretendia fazer crer que a política nas instituições é uma esfera de decisões puramente técnicas que estariam melhor servidas de intelectuais, empresários e gestores já habituados a exercerem, ou melhor, “possuírem” a autoridade. Muitos destes ainda se intitulam democratas.

O estrago que a figura e o governo de Lula criaram contra tantas destas disposições autoritárias e crentes nos códigos de reverências foi grande o suficiente para que os que gostam de bajulação e hierarquias estejam ressentidos com as tímidas investidas contra o status quo empreendidas em seu governo.

Estes já nem se importam mais se é Marina Silva – que também não tem “berço” e só recentemente se converteu ao “mercado” – aquela em quem devem depositar seus esforços na tentativa de frear potenciais emancipatórios da sociedade brasileira que recentemente demonstraram um matiz insurrecional.

Por esta razão, as manifestações de junho de 2013 também podem ser lidas como fruto do governo de coalizão liderado pelo Partido dos Trabalhadores. Porque mudar, e precisamos mudar muito as condições de convívio da sociedade brasileira, mudar começa com lançar luz sobre as feridas abertas e não cicatrizadas e é isso o que se passa ainda que de modo difuso.

Não estou contente com o governo que temos, mas diante das circunstâncias de que reacionários e ressentidos se regozijam com a possibilidade de recuperar regalias por via de uma candidatura com ares messiânicos, cheia de ideias mal amarradas, mas principalmente com perspectivas obscurantistas (e me refiro primordialmente à política econômica que esta diz irá adotar e que segue o cerne do velho testamento da agora desbotada coligação café com leite), não consigo me prostrar impassível.

Como não sei o que é desistir do Brasil, porque é aqui onde vivo e o corpo de minha sensibilidade continua a se desenvolver, também não iria me esquivar de tomar uma posição nestas eleições. Contudo não apenas adotarei uma posição pessoal que se encerra em votar de acordo com minha consciência, senão que me engajarei em defender em alguma medida um projeto político, o que neste caso por todas as suas falhas, deve se reconhecer, só é possível em comparação com as alternativas majoritárias que estão aí apresentadas.

Diante deste quadro e pensando o resultado eleitoral como momento influente para os desdobramentos do país, estou decidido a votar em Dilma Rousseff já no primeiro turno. Além disso, vou buscar o debate com os indecisos e todos aqueles que não se interessam ou dizem estar desiludidos com a política, defendendo que este governo tem méritos, pode ser melhorado e nem tudo que se intitula mudança corresponde aos anseios acalentados.

Por fim e contudo mais importante, espero que independente de quem vença a disputa eleitoral os brasileiros fortaleçam as organizações e as mobilizações em torno de pautas importantes como: reforma agrária com incentivo à agroindústria, diminuição dos juros para pagamento da dívida pública que precisa ser auditada e que só enriquece a banqueiros e rentistas, reforma da carga tributária reduzindo consideravelmente o impacto dos impostos na renda dos mais pobres, reforma política que impeça a interferência de grupos empresariais nas decisões da administração pública, entre outras.

É preciso que fique claro para todos que junho de 2013 não foi nem a invenção nem o fim das demandas cidadãs. Votar num representante é só um dos gestos políticos. Pressionar, propor, discutir, instruir, mobilizar e, principalmente, agregar em torno das questões e pautas nas quais se acredita é mais fundamental.

Júlio Reis é poeta, jornalista e colunista do ORNITORRINCO.
Blog / Twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 09/09/2014 por em Júlio Fisherman.
%d blogueiros gostam disto: