ORNITORRINCO

COMO VISITAR UM AMIGO CASO ELE NÃO SEJA O PAPA


estava na porta do metrô fechado às 18 horas desta terça-feira, me perguntando como chegar a laranjeiras sem ser de skate, caiaque ou skype para jantar com meu amigo e onde será que está o amarildo, o que será que ele vai fazer? se for muqueca de camarão talvez eu chore de pura saudade de ser feliz, marcamos este jantar desde janeiro, esquecemos de olhar a previsão do tempo a direção do vento se o papa tinha planos de orar na vizinhança e onde está o amarildo, a partir de hoje, sempre que marcar de encontrar um amigo vou lembrar de me certificar se o papa vem e de onde está o amarildo, acho melhor passar antes no largo do machado, comer uma esfiha, queijo, quibe, verdura talvez, ver as manchetes dos jornais: “como será aos 25 anos o filho de william e kate”, e o do amarildo?, como será?, comé que era mermo aquela música do Legião que falava… nããã, nã nã nãnããã …, será que se o renato russo fosse vivo ele não ia ter uma coluna semanal no globo?, será que ia ser de terça quinta ou quarta?, nãããã nã nã, parapáá, não, não era nada disso, não lembro, deixa, estou arrependidíssima de ter emprestado meu helicóptero, cabral disse que devolvia ontem e agora só caixa postal, e eu aqui, à pé, fazendo esforço pra não odiar os jovens do papa, não posso odiá-los, não posso odiá-los, concentra, eles têm uma cara tão bonitinha, por que eu estou tão irritada, são apenas jovens, gostam do papa, acham o papa legal, quê que tem?, todos devem rezar antes de dormir, talvez logo depois de se masturbarem, são jovens, gostam do papa, o slogan diz juventude mas tem muito velho também, aquela senhora ali, por exemplo, é velha, JMV, por que quero derramar suco del valle na camisa deles?, opa, desculpa, tropecei, queria saber se eles praticam sexo oral regularmente, queria não sentir nada disso, não sentir vontade de entornar amendoim doce frito pingando gordura nem cera quente de depilação no interior dessas mochilas coloridas, quanto será que custa uma mochila dessa, hein? ou será que foi de graça?, outro dia pegando o metrô, que na ocasião estava funcionando, fiquei espremida cara a cara com uma coreana com cara de coreana falando coreano, ela veio ver o papa, estava escrito na blusa dela, ela veio da coréia?, eu moro na esquina e só quero ir jantar com meu amigo, ela veio da coréia especialmente para minha esquina, na minha blusa não estava escrito o que eu queria ver, eu perguntei a ela do amarildo, ela uuuoowwwwwwaaaaa, que eu acho que era tipo uma saudação e não uma resposta, uuuooowwwaaa, a sobrancelha dela era tão curiosinha, nadava contra a corrente, dava vontade de pentear com o dedo – oi, dá licença, coréia, mas eu posso pentear sua sobrancelha?, tá ao contrário tá me agoniando, é rapidinho, pronto, aí, pronto, mas vai que ela devia gostar assim, talvez tivesse ficado horas arrumando pra que ficasse assim, que sei eu sobre a coréia, ela queria louvar deus, eu, chegar em laranjeiras, ela me oferece um broche, uoowwwaaa, – os peregrinos trocam broches entre si, reparei isso esse dia no metrô -, eu digo, não obrigada, já faz anos que não acredito em broches, mas acho legal que você tenha todos os seus, contanto que eu possa chegar em laranjeiras e encontrar o amarildo pra comer bobó, ela uuuooowwwwwaaaaaaaaa, eu deixei pra lá, chegou a uruguaiana, se bem que eu li que o papa fez um apelo a santa clara para que melhore o tempo no Rio, mas será que melhorava a tempo de eu chegar em laranjeiras?, a cara da odete roitman ficou estragadíssima com o tiro de bala de borracha, não, minto, na cara da odete roitman foi um cinzeiro que tacaram, coitada da odete, outro dia ouvi dizer que ela é tão gente boa, ficou um pouco chateada quando aboliram a escravidão, é verdade, mas é ótima pessoa, ainda bem que eu saí de casa 4 horas antes, já pensou eu atrasar pro meu jantar, ou pior, a mulher do amarildo dormindo na rua por medo de ser morta dentro de casa, aproveitei não saber o que fazer e entrei num salão qualquer pra cortar minha franja enquanto o trânsito escoava as mochilas coloridas por aí, há meses cortei meu cabelo de graça num salão de mil reais o corte, agora vou aparar a franja de mil por 10, que é como a vida é, mas ficou péssima, péssima, jesus, o que é que 990 reais não fazem por uma franja, estou muito raivosa, sei que não devia, não posso ser assim, estou pra ficar menstruada, não são apenas as mochilas, devem ser os hormônios, um jovem do papa me acena pela janela do ônibus enquanto espero para atravessar a rua, eu devolvo o cumprimento e gostaria de não estar com raiva mas não consigo, amarildo, é uma espécie de reveillon só que sem bebida alcoólica, sem promessa de parar de fumar e sem o amarildo, olho para os lados e não vejo o meu helicóptero, mas quero chegar em laranjeiras para o jantar ainda hoje, já estou certa de que vai ser pirão, estou confiante de que terá farofa, vou chegar ainda hoje a laranjeiras e comer amar e rezar, e depois vou voltar pra minha casa, pela sombra, cantarolando a musiquinha do renato que eu vou ter lembrado como é durante a sobremesa ou entre minha falta de fé em tudo e a conde de irajá


Keli Freitas é atriz, dramaturga e colunista do ORNITORRINCO.
Anúncios

13 comentários em “COMO VISITAR UM AMIGO CASO ELE NÃO SEJA O PAPA

  1. Me senti lendo Saramago ou Raduan. Muito bom.

  2. Victor Alencar
    26/07/2013

    De tirar o fôlego, apaixonante. Keli está no meu coração.

  3. Domingos Guimaraens
    26/07/2013

    Agoniante retrato num só respiro maravilhoso e profundo. Arrasow minha metade!

  4. Teo Pasquini
    26/07/2013

    o que é que 990 reais não fazem por uma franja?

  5. Maraina
    27/07/2013

    mesmo não acreditando mais em broches atravessei essa multidão com você,

  6. Bruno Galliez
    28/07/2013

    Irresistível

  7. Keli Freitas
    29/07/2013

    me senti muito bem com esse comentário,
    rs,
    Obrigada, Fundição Pensatempos.

  8. Keli Freitas
    29/07/2013

    é um lugar muito bom de se estar
    Victor, ❤

  9. Keli Freitas
    29/07/2013

    vamos fazer a nossa lista de motivos de se sentir pela metade:

  10. Keli Freitas
    29/07/2013

    digo e repito: O QUE?

    <3

  11. Keli Freitas
    29/07/2013

    atravessar com você justifica qualquer travessia, Maraina.

  12. Keli Freitas
    30/07/2013

    irresistível: sempre melhor que intragável
    valeu, Galliez

  13. Bom, na verdade, meu nome é Rafaela. Fundição Pensatempos é só um nome que registrei pra posteridade.
    Muito legal, mesmo. Parabéns pelo texto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 26/07/2013 por em Keli Freitas.
%d blogueiros gostam disto: