ORNITORRINCO

A SEMANA FORA DO ZOOLÓGICO #001

Ilustração: Harriet Taylor Seed

Enquanto durante a semana você acompanha o dia a dia do mundo pela opinião dos nossos colunistas e colaboradores, no final de semana apresentamos essa compilação dos textos lidos e comentados pelo grupo durante esses cinco dias de feira. Tanto faz se são matérias novas ou antigas, o que importa é que são as discutidas durante a semana nas esquinas dessa vida selvagem.  


Durante essa semana o assunto mais discutido foi a manifestação da população contra o aumento das passagens, com passeatas no Rio e em São Paulo, e com a reação brutal da polícia paulista. O colunista Vitor Paiva teceu sua opinião na quarta-feira contra a resposta truculenta dos oficiais fardados e contra a  cobertura da mídia: “Não vi nenhuma matéria que explicasse os contratos das empresas de ônibus e elucidasse quem são os empresários que comandam esses aumentos. Ou mesmo que relativizasse o método de se responder às reivindicações da população sempre com truculência. As reportagens servem no máximo como amplificadores da voz do governo, reproduzindo declarações simplórias e velhas justificativas.”


Impossível colocar aqui todos os textos produzidos sobre o assunto, então linkamos os mais interessantes entre outras jóias.


Bom final de semana para todos. 

Voltamos na segunda-feira. 


* * * * 


Vinte e quatro momentos dos protestos em São Paulo que você não verá na TV. / Quase tudo o que aconteceu, foi visto, compartilhado nas redes sociais e não foi noticiado está no site Melhor que Bacon.

Esse modelo de cidade negócio tem nas principais empreiteiras a gestão da cidade. (…) Acho estranho o ministro da Justiça dizer que vai mandar a Polícia Federal investigar os movimentos sociais. Que tal a Polícia Federal investigar a máfia das empresas de ônibus? (…) Não podemos achar ruim a população estar nas ruas neste momento. Quem governa para a Fetranspor não governa para a população. / Marcelo Freixo no plenário da Alerj.


A ignorância de quem não consegue associar os protestos em SP a séculos de agressões à vida pública é tão violenta quanto as balas e as bombas de gás lacrimogêneo. / Matheus Pichonelli na Carta Capital.


A manifestação é só a gota d’água pra uma onda de insatisfação generalizada dos paulistanos, não só com o preço e a ineficiência do transporte público, mas com a luta diária que é morar em SP: preços altíssimos, violência, lazer restrito a quem tem dinheiro, trânsito infernal, transporte público precário. / O “manifesto” Não é sobre vinte centavos, provavelmente o artigo mais circulado na web, escrito pela jornalista Ana Freitas, explicando os vários motivos da revolta.


São Anas, Adas, Lisbeths, Persépolis, Alisons. Essas meninas podem passar por nós em vários momento de nossas vidas. A regra é não percebermos sua presença. Nossos sentidos não julgam significativo quando uma jovem aparentemente insegura e desajeitada senta ao nosso lado no ônibus ou passa por nós na calçada ou em um corredor, apertando livros de velhos autores alemães e russos em seu peito. / Victor Lisboa sobre a série A Menina Sem Qualidades.


Os seres humanos não são, de modo algum, os únicos animais a se envolver em comportamentos que não contribuem diretamente com a sobrevivência do indivíduo ou da espécie como um todo. No entanto, parecemos ter esses comportamentos mais que qualquer outra criatura. (…) Temos moda, café, códigos morais, pornografia, mansões e comédia. Transformamos nossas exibições de recursos sobressalentes (o que mais pode ser uma casa de cinco quartos para uma pessoa só ou um vestido de US$14 mil com o qual mal dá para sentar?). Inventamos o dinheiro e o sistema bancário. Não sei onde exatamente o capitalismo entra nessa equação, mas (pelo menos no mundo desenvolvido) nossas vidas são dominadas por esse conjunto de rituais e leis cercando pedaços de papel e de metal que só têm valor porque concordamos que têm. / Stoya fala sobre porque Las Vegas e mega igrejas são o ápice da realização humana.


Dizem que ser criativo é quase um sinal de desonestidade. Verdade ou não, o fato é quecriatividade deixa sua vida bem mais interessante, principalmente no trabalho. E, se você estiver a fim de despertar seu lado criativo, a ciência dá uma mãozinha e revela alguns truques que dão certo. / Alguns conselhos para melhorar o desempenho criativo.


Se você me perguntasse qual o melhor país do mundo, sem dúvida, responderia Brasil. A resposta seria a mesma se perguntasse sobre o povo. Os brasileiros são incríveis, além de únicos, pois entre os povos que habitam esse planeta, os brasileiros são os mais acolhedores. Entretanto, certos comportamentos, melhor dizendo, caraterísticas do nosso povo são extremamente irritantes. / Babuwin descreve as doze características insuportáveis dos brasileiros.


A classe média europeia não está acostumada com a moleza. Toda pessoa normal que se preze esfria a barriga no tanque e a esquenta no fogão, caminha até a padaria para comprar o seu próprio pão e enche o tanque de gasolina com as próprias mãos. É o preço que se paga por conviver com algo totalmente desconhecido no nosso país: a ausência do absurdo abismo social e, portanto, da mão de obra barata e disponível para qualquer necessidade do dia a dia. / Adriana Setti sobre como a classe média alta brasileira é escrava do “alto padrão” dos supérfluos.


Como percebemos os efeitos e benefícios que o processo de escrever causa em nossos cérebros? Esse gráfico mostra as várias formas que o processo de escrever influencia positivamente nosso cérebro, desde ajudando a nossa memória, nossa concentração, até nos levar para um estado de meditação. / Como o ato de escrever afeta o cérebro (em inglês).


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 15/06/2013 por em Uncategorized.
%d blogueiros gostam disto: